Doenças Modernas

Publicado no Jornal Bem Estar – Outubro / 2010

A vida moderna nos trouxe uma serie de transtornos e patologias que até então não tinham um espaço tão grande em nossas vidas, o que de uma forma geral na área da saúde se denomina de doenças modernas.

Muitas doenças que já existiam, tiveram um grande incremento em incidência e podemos citar como exemplo as doenças emocionais ou doenças psicossomáticas. O estresse da vida moderna gerado por uma sociedade de consumo e pela competitividade inerente a ela nos dá o norte nas condutas desde a infância, fazendo com que o indivíduo sofra com patologias emocionais nos mais variados graus, por vezes desde os primeiros anos de escola. Aliado ao estresse, a ansiedade e a depressão também se apresentam neste conjunto de doenças emocionais onde a saúde global é afetada e o individuo passa a manifestar uma serie de doenças associadas a estas alterações emocionais.

No escopo das doenças que podem ser provocadas ou exacerbadas por elas, encontra-se a Disfunção da A.T.M. (Articulação Têmporo Mandibular), patologia do sistema articular da mandíbula e base do crânio. Este sistema, chamado sistema estomatognático, é responsável pela mastigação e participante nos movimentos da cabeça e pescoço, da fonação e até da mímica facial. Desta forma podemos perceber que o grau de importância tanto do tratamento quanto da prevenção desta patologia. Um dos sinais mais conhecidos é o bruxismo, porém podemos ter outros sinais e sintomas como: Dor coluna cervical, dores de cabeça, dor em abertura e fechamento da boca e cliques, estalidos, crepitação da articulação, que muitas vezes são acompanhados por desconforto muscular.

O tratamento mais comumente utilizado é o uso de placas ou férulas oclusais, as Placas de bruxismo, porém este tratamento deve ser iniciado por um atento exame anamnésico, como a investigação da história médica-odontológica do paciente, investigação de hábitos posturais como posição ao dormir, trabalhar, fazer crochê e hábitos como roer unhas, segurar objetos com os dentes, etc.

Um dos maiores erros nos tratamentos com placas oclusais está no fato de muitos profissionais da odontologia restringem este tratamento apenas à aplicação de uma placa com apenas uma única sessão de ajuste, o que inicialmente traz um conforto inicial, porém em longo prazo pode trazer danos irreversíveis, à medida que o tratamento se fundamenta na posição articular, e a maioria dos pacientes com disfunção apresenta uma posição de acomodação da sua mordida, fato que torna necessária uma terapia com placas oclusais, no sentido de provocar uma desprogramação neuromuscular para que em três a quatro sessões se consiga alcançar a posição articular.

Como mencionado anteriormente acerca das doenças modernas, o tratamento passa por uma abordagem multidisciplinar onde o controle do estresse, da ansiedade, fatores emocionais causais, deve ser tratado, bem como fatores dentários (falta de dentes, mau posicionamento), ortopédicos, fisioterápicos e onde o educador físico tem função importante, para que se tenha uma abordagem global de saúde.

4 respostas a Doenças Modernas

  1. puls stacja disse:

    Write more, thats all I have to say. Literally, it seems as though you relied on the video to make your point. You clearly know what youre talking about.

  2. I agree, this is a great article.A successful blog needs unique, useful content that interests the readers

  3. Thank you very much for that dazzling article

  4. It is a great post thanks for posting it!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>